Corinthians faz consulta por Torres e representante garante desejo de jogar no Brasil

macnelly-torres-nacional_ijwfshyz9olf1v6vuxjsdone9

Um antigo sonho de torcedores brasileiros voltou, nas últimas horas, a ser cogitado e pode desembarcar no futebol nacional. O meia Macnelly Torres, que ajudou o Atlético Nacional a conquistar a Libertadores do ano passado, recebeu sondagens de pelo menos três times brasileiros, entre eles, o Corinthians.

Isso é o que garante o representante do jogador, Luciano Martins, que confirmou ao BastidoresSCCP o desejo do jogador em atuar no Brasil e também a procura do clube do Parque São Jorge. “Ele gostaria muito de jogar aqui no Brasil. Em outras oportunidades chegou a acertar tudo e por detalhes acabou não vindo. Agora, três equipes nos consultaram, entre eles, o Corinthians. Já falei com o Alessandro a respeito, mas ainda não houve proposta oficial”, garante.

Ainda segundo o empresário, o que está dificultando o negócio no momento é a multa pedida pelo Atlético Nacional, principalmente por se tratar de uma atleta de 32 anos. “O jogador está conversando para tentar diminuir a quantia. O valor pedido no momento chega a 2 milhões de dólares, mas estamos tentando baixar para pelo menos metade disso”, afirma ele, esperando a compreensão do time colombiano. “O Macnelly deu muito para o Atlético, chegou a hora do clube retribuir. O desejo do atleta é realmente vir para o Brasil”. Além dos brasileiros, o Colo-Colo também tem interesse, porém, segundo Martins, “não tem como competir com os times nacionais”.

Apontado como um dos meias mais habilidosos da América do Sul, Macnelly chegou a ter um momento em baixa na carreira, ainda no ano passado. Antes fundamental no esquema do Atlético, perdeu espaço logo no início da Libertadores, graças ao momento melhor de jogadores como Marlos Moreno e Alejandro Guerra. Porém, voltou a ter boas atuações justamente diante do São Paulo, na semifinal da Libertadores. Diante da ausência de Guerra, Rueda o lançou já no jogo disputado no Morumbi e viu o meia comandar as ações ofensivas do Atlético na vitória por 2 a 0, fato que o credenciou a ser titular na decisão contra o Independiente del Valle, partida que culminou com o título colombiano.

Mac, como é conhecido na Colômbia, estreou como profissional em 2002, pelo Junior Barranquilha. No Cúcuta, jogou no time campeão colombiano de 2006, e destacou-se na campanha da equipe. Em 2008, se transferiu para o Colo-Colo, do Chile. Em 2011, voltou para seu país para jogar no Atlético Nacional e, em 2013, rumou ao Al-Shabab, da Arábia, onde permaneceu por dois anos. Já em 2015, voltou ao futebol colombiano para atuar no clube que o revelou, mas, logo depois, acertou sua volta ao Atlético Nacional.

Pela seleção, esteve no time que alcançou as semifinais do Mundial Sub-20, em 2003. Na principal, jogou a Copa América de 2007 e participou de alguns jogos nas eliminatórias para as Copas de 2010, 2014 e 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *